25 de mar de 2011

DESCOBERTA. AS VÁRIAS FACES DO ESPELHO



Descobri o resultado de ter fé.
Mesmo sem me enclausurar em uma Igreja.
Descobri a sensação do amor de verdade.
Que resolvi agarrar quando tive a oportunidade.

Descobri que no fim do arco íris existe mesmo um tesouro.
Igual ao que existe no final da toca do coelho.
Descobri os dons e o quanto eles valem.
São cristais preciosos, porém que se quebram em pedaços com facilidade.

Descobri o significado da palavra saudade, que é inerente ao nosso “eu” .
Assim temos muito mais propriedade ao senti-la.
Descobri um mundo de ofertas.
Um mundo onde é o modo de observar que fará a diferença.

Descobri a essência da vida e o quanto ela é maior do que todas as dores.
Descobri o valor da amizade, do afeto e da paixão
sem precisar ser superior aos que não estão comigo.
Estou descobrindo tantas coisas.

E só agora, depois de tanto tempo começo a sentir o real.
Tantas coisas que não queria ver... e agora vejo.
Vejo o que está além do reflexo do espelho.

Como é bom ter pessoas mágicas na nossa vida.
Pessoas que não querem modelar o nosso destino, e sim,
nos mostrar que às vezes tudo esta lá – bem dentro de nós.

Tudo aquilo que você sempre procurou.
Aquilo que te alfineta a mente a todo momento.


Um comentário:

  1. Tô descobrindo aos poucos isso também.. não há sensação melhor que essa, mostrar tudo o que está bem dentro de nós e descobrimos conforme o tempo nos mostre que é hora certa.

    Ótimo texto, cara!

    :D

    ResponderExcluir