16 de dez de 2010

VELHOS TEMPO DE INFÂNCIA

Os velhos tempos de infância. Quantos sonhos e quantos mundos desbravados. Quantas aventuras e quantos monstros eu fui capaz de enfrentar. Quantas árvores e quantos machucados, mas sempre superei e fui além.
Um tempo onde a criatividade estava acima de qualquer coisa. Um tempo onde imaginávamos um ano 2000 ainda muito longe, onde existiriam carros voadores e máquinas do tempo.

2 de dez de 2010

CUIDADO COM O TARADO [Crônica]

Uma voz estridente ecoou pelo silêncio fúnebre e matinal do ônibus 574-T – Metrô Carrão. As pessoas se olhavam sem entender o ocorrido. Correria não tinha como acontecer, pois qualquer movimento era rapidamente vetado por um corpo imóvel. Não havia reação a ser tomada – a não ser esperar.
Mas não demorou muito tempo até as pessoas entenderem o que estava acontecendo.
- Saí daqui, seu tarado! – foi a frase que chegou aos ouvidos de todos os passageiros. O motorista olhou para trás pelo retrovisor sem entender, aguardando alguma reação a mais. Continuou uma falação, mas como vinha lá de trás do ônibus, o motorista resolveu seguir em frente.

23 de nov de 2010

GRATIFE E ARTE

Desde o início da humanidade, quando o homem das cavernas fez as primeiras gravuras nas paredes, não imaginava que estava deixando uma marca, uma produção artística. Essas figuras rupestres podem ser consideradas os primeiros trabalhos de graffiti, pois eram figuras utilizadas como forma de expressão e com o objetivo de atrair atenção.  

Esse movimento urbano, o grafitismo, surgiu em Nova York nos anos 80 e se consagrou como movimento artístico na década de 90, muito influenciado pelo hip hop, que prega a liberdade de expressão e busca através da arte uma forma de manifestar sua ideologia. Assim como o hip hop, o grafite nasceu nas ruas, tendo como uma de suas bases o piche.