14 de fev de 2009

Uma carta a uma Mãe


Mãe.
Já não sou mais uma criança.
Já deixei de brincar com minha bola há muito tempo

Hoje eu tive que ir embora - seguir meu próprio caminho
Não quero que pense que eu estou te abandonando
Não, isso nunca passou pela minha cabeça
Mas o que estou procurando já não posso encontrar por aqui

Mãe,
Através desta carta deixo também parte de mim
Mas não estou deixando pra trás tudo o que aprendi,
e sim deixando minha eterna gratidão por tudo o que sou hoje

Mãe
Você é minha ponte com esse mundo
No início dela estivemos sempre unidos,
e no final dela sempre nos reencontraremos
Tudo isso por ter me dado o prazer dessa vida
Por ter me dado o prazer de conhecer tudo o que conheço

Sei que tenho um longo caminho até o outro lado
e durante essa longa construção,
que é onde estão as coisas que eu sempre estive buscando
E sei que é chegada a minha hora de ir à luta por tudo isso,
de todas as oportunidades e possibilidades que me aguardam

Mãe
E sei também, que você sempre foi a base para eu construir minha ponte
para assim poder seguir em frente, sem preocupações
Pois sei que essas bases são sólida

Mãe
Mesmo que eu esteja do outro lado do mundo,
sempre só existirá uma única mãe pra mim.

.
.
.
foto : http://www.1000imagens.com/foto.asp?idautor=685&idfoto=256&t=&g=&p=

Um comentário:

  1. Olá amigo,
    O amor incondicional de uma mãe não tem comparação. Bonitas palavras.
    Beijãoo!!!

    ResponderExcluir